segunda-feira, setembro 26, 2005

BANHO

Apesar de ter aplicação na medicina natural e até na preparação de bebidas, a arruda ficou famosa mesmo, pelos seus "poderes" contra o mau-olhado e outras vibrações negativas.

William Shakespeare, na obra Hamlet, refere a arruda como sendo "a erva sagrada dos domingos".
Diz-se que esta planta passou a ser assim chamada porque nos rituais de exorcismo, realizados aos domingos, costumava-se fazer um preparado à base de vinho e arruda que era ingerido pelos "possessos" antes de serem exorcizados pelos padres.

Misture sal grosso com um pouco de arruda seca e ferva em um litro de água, depois coe e ao terminar o seu duche, deite esse "chá" pelo seu corpo todo a pertir do pescoço.
Não se esqueça de mentalizar positivamente tdos os problemas que os estão a incomodar.
A força do pensamento é a arma mais poderosa de que dispomos.

Bom banho e seja feliz.
Juno

4 Comments:

Blogger Hipatia said...

Vi o link no La Marée Haute e vim espreitar. Acho que venho espreitar mais vezes :)))

3:06 da tarde  
Blogger paper life said...

Tinha cá uma frondosa arruda que o granizo queimou.

:(

Bjs

Ps: posso gamar à vizinha ou dá azar?

;)

4:00 da tarde  
Blogger juno said...

olá Pedra
se ela não te apanhar no gamanço, não tens azar nenhum:::)))

Obrigada Hipatia pela visita

11:20 da tarde  
Blogger Zica Cabral said...

o que é arruda? Acho que não conheço. E tens razão, a força do pensamento é o mais importante.
beijinhos

5:32 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

O voo do condor